fbpx

PLANO de NEGÓCIOS express – Vale a Pena ou Não ?

O empresário deve ter sempre como uma das suas prioridades a divisão e o aproveitamento máximo do seu tempo de trabalho, para não ficar somente no operacional de bombeiro “apagando incêndio” o tempo todo do seu dia a dia e no final do dia se pergunta: “o que eu fiz de produtivo hoje ?”. “O dia passou muito rápido e eu não aproveitei como devia…ficou muita coisa para fazer amanhã!” ….. e amanhã a história se repete.

Um dos pontos positivos da COVID-19, é que nos dias de hoje estamos ricos de tempo, uma vez que compulsoriamente estamos em casa de home office, onde estamos descobrindo a todo momento que determinadas tarefas não prioritárias que fazíamos anteriormente a pandemia nos tomavam muito tempo, como trânsito, disponibilidade de transportes, conversas não produtivas e longas reuniões para se discutir problemas e não soluções. A conclusão é que não  tínhamos pouco tempo, e sim por vivermos na correria insana antes da pandemia desperdiçávamos e jogávamos no lixo muito tempo.

O modo de viver, de se relacionar, de trabalhar vai mudar e já mudou tanto que nós dividiremos a história em “Antes do Corona”, “ Durante o Corona” e “Após o Corona”.

Não podemos enxergar a crise como um momento de somente cortar custos e lamentarmos a queda nas receitas com diminuição nas vendas, temos que pensar e aproveitar nosso tempo para PLANEJAR, investir em novas áreas em novas tecnologias, novas formas de fazermos negócios e novas formas de fazer com que os clientes comprem nossos produtos e serviços.

Nosso novo olhar neste novo tempo deve ser de ver tudo como uma oportunidade e tirar proveito de que o cliente não vai mais ao seu estabelecimento e não está mais saindo de casa, e em consequência e em qualquer caso hoje nós é que temos que ir até eles.

Então o consumidor para acessar as empresas foi “forçado” a migrar nesse momento para o comércio e relacionamento online com canal digital e com entrega humana em casa.

O empresário tem que entrar no mercado azul dos R’s: Reduzir, Renegociar, Refinanciar, Reinventar, Repensar, Reconstruir, Recompensar, Reposicionar, Replanejar, tudo Remoto.

As empresas terão que abandonar a meia digitalização, ou ela é tecnológica automatizada, digital ou não é. O empresário totalmente conectado é que vai sobreviver.

Não existirão empresas independente do seu tamanho, do seu porte e do seu nicho de negócio que concluirão que não vão ter necessidade da digitalização. Quem pensar assim estará fadado ao insucesso.

O consumo online pelos clientes deixa de ser uma opção secundária de compras. As lojas físicas e os escritórios convencionais terão que ser redesenhadas como pequenos espaços de experimentação e de trabalho presencial, não mais precisando de muitos metros quadrados para operarem e estarem estabelecidos.

Toda esta revolução e mudança do modelo mental “mind set” terão que ser colocadas em prática para os empreendimentos vencerem.

Mas para tudo isto as empresas têm que fazer um planejamento muito bem elaborado para competir e vencer no mercado azul. Este planejamento nos leva a pensar em confeccionar um plano de negócios com muita agilidade.

O plano de negócios é um documento de planejamento estratégico para diminuir os riscos do negócio, assim como também dar um norte organizado para a empresa seguir em frente, agora pensando também no mundo digital.

O plano de negócios pode ser elaborado de maneira “express”, de forma rápida, sucinta e objetiva voltada para a digitalização de comportamentos e ações.

O plano de negócios “express” tem que ter um bom conteúdo científico eliminando o “eu acho”, o “…e se…” e “…o problema é que…”, escrito e orientado por profissional experiente de mercado e de consultoria que auxiliará a sua empresa a prosperar e a pensar no empreendimento como um todo nas áreas de gestão estratégica e operacional, marketing, finanças, processos, recursos humanos,  estabelecendo objetivos e metas e fazendo um plano de ação.

A sua confecção e validação comprovadamente vão auxiliar as empresas a terem lucratividade, pelo menos não terem prejuízos neste período atípico de tantas incertezas, o tempo que estamos passando do “Durante o Corona”, com a NOVA NORMALIDADE – NOVA NORMAL (#novanormal ).

Portanto respondendo a pergunta: Plano de Negócios e de forma “express” por quê e para quê, será que vale a pena ? a resposta com convicção é SIM !

SUCE$$$UUU SEMPR$E !!!

Sérgio Rocha Lima – Consultor, mentor e professor

www.rochalimaconsultoria.com.br