fbpx

As vendas não podem cair….

Você que é empreendedor ou empresário já atentou para a importância das boas parcerias? Você já se perguntou porque empreendimentos de diversos segmentos, setores, nichos de mercado e tamanhos investem em parcerias com organizações que muitas vezes, têm serviços diferentes dos seus, mas complementares às suas atividades?….e estas dão certo?

Pois é: só uma constatação: o empresário quase sempre é uma pessoa muito solitária, com muitos afazeres operacionais, multi tarefas, sempre muito ocupado e o centrão da  empresa, por quê? vamos combinar, ele é o faz tudo como também ele é o bombeiro que está sempre apagando incêndios e tem que estar antenado a tudo e a todos o tempo todo, online, on time, full time. Assim ele é o que eu chamo de EUPRESÁRIO.

Este é o problema! uma das soluções é a divisão de tarefas e responsabilidades. Pense bem: um programa de parceria pode ajudar em muitas coisas. Os compartilhamento com outros CNPJ podem auxiliar em atividades que sua equipe ou você não teria braços para abraçar como até ser mais um elemento na divulgação de sua marca para pessoas que são seu público-alvo, e você jamais conseguiu atingi-los, ou clientes que já compram de você, mas que se a devida atenção e foco não for dada para retê-los, certamente eles irão preferir a concorrência.

Perigo! Os clientes são a razão de existência de qualquer empresa, sem eles não tem negócio.

Em tempos de confinamento social, estamos com comportamentos ora de clientes e ora como cidadãos, e nos dois casos estamos sendo obrigados a não sairmos de casa.

Então a conclusão para o mundo dos negócios é que os clientes não irão mais até o seu empreendimento, os empreendimentos é que terão que ir até eles. Para isto não existe outra solução que utilizarmos o mundo “delivery” para resistirmos a esta pandemia.

Com esta nova postura dos consumidores as vendas estão caindo e rapidamente temos que vislumbrar uma solução de reaquecimento para o nosso negócio.

É pensando nisso, que lanço as perguntas: como formular boas parcerias que podem ajudar a minha empresa? como aumentar a minha produtividade? como aumentar a competitividade no mercado com a minha equipe? como diminuir as minhas tarefas operacionais para poder pensar no estratégico?……e com tudo isto como consequência, como aumentar a receita? Solução: realizar programas de parcerias! 

Pensando em Boas Parcerias

Pensando em sua empresa como um todo, é sempre muito importante você entender o que você pode ou não desenvolver de maneira solitária e entender ainda mais a capacidade da sua equipe para o ato de desenvolver por si só algumas tarefas que são fundamentais para a sua prosperidade. Assim sendo com este entendimento, fica claro o que devemos fazer e não devemos.

Neste momento você tem que definir claramente a atividade fim e o negócio da sua empresa. Como assim? Vamos dar alguns exemplos. A atividade fim da PETROBRÁS é petróleo e o seu negócio é energia. A atividade fim da FIAT é automóvel e o seu negócio é meio de transportes. Pensando assim qual a sua atividade fim? E qual o seu negócio? Notemos que quando falamos em negócio temos uma expansão de atividades, e é como se olhássemos com uma lupa bem aumentada a nossa atividade fim.

Então tirando o que nós mesmos podemos produzir ou prestar serviços, nosso core business, e olhando para o nosso negócio e não para nossa atividade fim, começamos a perceber que temos inúmeros serviços que podemos fazer boas parcerias.

Caminho para os Bons Negócios

A partir desta fase que você entender e tiver claramente classificado qual é o seu negócio, as competências de cada um da sua equipe e pensando que mesmo hoje com a limitação de que o nosso cliente não irá até nós,  você também entenderá quais as atividades que você tem de atender ou não, aí você terá condições de saber com quem você pode fazer parcerias.

A procura de um parceiro não é diferente da busca pelos seus clientes, você além de conhecer bem o seu negócio e seus produtos e serviços para vende-lo no mercado, deve ter a competência da persuasão – EUPRESÁRIO – para convencer a seus futuros parceiros que a sua proposta de parceria trata-se de uma boa aliança estratégica boa para os dois lados. Nesta hora você precisa escolher quem serão seus parceiros para realizar bons negócios, para daí montar a sua estratégia.

Depois de descobrir quem são seus possíveis parceiros e de quem você precisa é o momento de construir um programa de parceria, com início, meio e sem fim, pois o ideal é que esta parceria dure muito, pois ambos os lados têm o interesse comum que é atender bem ao seu Cliente e ter lucratividade. Lembre-se: parceria é quando duas empresas se ajudam e se completam para atingir um objetivo em comum! Então pense em algo que ajude a sua empresa, mas que também ajude ao seu parceiro de negócios!

Por fim atente para uma observação muito importante, uma parceria só é boa quando todos ganham, é a famosa parceria ganha-ganha.

Pronto ! descobrimos quem são os nossos parceiros e onde eles estão em tempos de COVID, que novamente acho que estamos em tempos de COVID número 9 pois em ordem decrescente, a COVID de número 19 felizmente já passou e estamos perto do fim…..rumo ao COVID zero!…..nova normalidade…..#novanormal…..

SUCE$$$UUU SEMPR$E !!!

Sérgio Rocha Lima – Consultor, mentor e professor

www.rochalimaconsultoria.com.br