loader image

Clube Empreendedor

EMPREENDEDOR, VOCÊ VAI DEIXAR A CRISE MATAR O SEU NEGÓCIO?

Por: Ernestina Alvares

Estamos atravessando uma crise financeira considerada mundial relacionada à pandemia do novo coronavírus, e ignorá-la não vai torná-la inexistente. O número de brasileiros que deixaram de lado o empreendedorismo devido a pandemia causada pelo coronavírus, ultrapassa a 10 milhões. Empreendedor como você tem se portado para continuar prosseguindo mediante esta crise que tem fechado milhões de empresas? Administrar uma empresa não é nem de longe uma tarefa fácil, e em época de crise então, tudo fica ainda mais difícil. Porém, algumas atitudes equivocadas tomadas por muitos empreendedores que podem e devem ser evitadas, pioram ainda mais a gestão financeira de um negócio e podem potencializar a crise dentro da empresa. Para te ajudar, dicas sobre os principais erros financeiros, para que assim possa evitá-los e o seu empreendimento tenha mais resultados e mais lucro, sem deixar que ela seja morta pela crise que está tirando a paz de milhares empreendedores brasileiros.

1. Má gestão financeira

É essencial para micro, pequenos e médios empreendedores que não atentam para a gestão financeira de sua empresa. Uma boa gestão é um dos principais pilares que dão base de sustentação e existência da empresa. Não confunda o dinheiro da empresa com suas finanças pessoais. Se fizer isto pode potencializar e apressar o fim da sua empresa, em tempos de crise ou fora dela, sem exageros! 

2. Fluxo de caixa aproximado e sem acompanhamento diário

Isso acontece principalmente nas empresas onde o dono faz tudo (vive apagando incêndio) e pode acabar não tendo a noção exata de nada. A gestão financeira é algo exato e não permite achismo. Assim, a atualização diária do fluxo de caixa da empresa é necessária para que o empreendedor possa planejar o futuro e não ver somente o que gastou no passado.

3.  Despesas ocultas

Provisionamento como o 13º salário, férias e possíveis demissões são geralmente ignoradas, para fugir desse erro é importante fazer um planejamento anual considerando todas as possíveis despesas ocultas e destinando um valor para que elas sejam pagas no prazo necessário.

4. Nunca gaste o que ainda não entrou

Um erro quando a venda não é a vista, mas a data de pagamento fica confirmada. Acreditando que terá a quantia, o empreendedor faz as contas para pagar outras despesas nessa data. Mas e se o dinheiro não entrar? É aí que mora o perigo!

5. Confundir recebimentos com vendas

 Um dos maiores erros de controle que é cometido por empresários é atrapalhar-se quando o assunto são os recebimentos e as vendas. Muitos empreendedores se empolgam e, assim que fecham uma nova venda, lançam o valor na planilha! Mas isso pode ser um erro fatal, no fluxo de caixa, é preciso lançar receitas e não vendas!

6. Precificação

O preço errado é o Atestado de Falência do seu Negócio! Muitos calculam seus preços com base no mercado ou num cálculo simplista sem a devida validação

7. Não categorizar as contas da empresa

Em um período de crise, a classificação de despesas permite ao empreendedor ter uma visão clara sobre quais custos podem ser reduzidos – ou, até mesmo, cortados.

8. Não manter uma reserva financeira

Apesar da sua importância, muitas empresas não fazem essa reserva, que serve para diferentes cenários imprevistos (como a atual crise gerada pela pandemia do coronavírus).

9. Não ter um planejamento financeiro e estratégico

Pode parecer estranho, mas é mais comum do que se imagina ainda existir empresas que não possuam um planejamento financeiro e estratégico. E esse é outro grande erro de gestão e que leva muitos negócios à falência

10. Conclusão

Pois bem caro empreendedor, é importante você notar se há erro no seu financeiro e buscar solucioná-lo, isso fará com que o seu negócio sobreviva aos tempos de crise e fora dela, e pode ajudá-lo a atingir os objetivos da sua empresa. Invista num bom planejamento financeiro estratégico e todo o resto entrará no eixo.

Gestão Financeira, ou você faz direito ou você não faz.”     

Compartilhar:

Buscar

Mais matérias

O mundo das franquias

A franquia é um tipo de empreendedorismo coletivo – franqueado, funcionários e o franqueador – e formado nesta coletividade que faço deste texto uma convocação

Empreendedorismo Feminino

Muitas palavras passam pela minha cabeça, quando penso em empreendedorismo feminino. Principalmente porque, para nós, este é um caminho duas vezes mais complicado, mais difícil

Cadastre-se e receba novidades

Acompanhe nas redes

Abrir chat
1
Precisa de ajuda?
Olá empreendedor! Como podemos te ajudar?