fbpx

É comum chegarmos nas empresas e avistarmos um quadrinho em lugar à vista e nobre, onde constam as definições de missão, a visão e os valores. Quadrinho este em lugar de destaque, em evidência e escrito com um tipo de fonte especial diferente que comumente não tem no pacote office, parecendo uma obra de arte. Como paradoxo se perguntarmos a recepcionista qual é razão da existência daquela empresa em que ela trabalha, ela vai gaguejar e geralmente não vai saber dizer por que motivo aquela sua empresa, que lhe paga o salário todo mês, existe. É uma atitude normal quando a empresa não engaja seus colaboradores e o bom clima organizacional, necessário a produtividade, é tratado de forma secundária. Com esta fotografia do quadrinho, concomitante com a postura da recepcionista temos a convicção que aquele empresário gestor só pensa no estratégico e no lucro e a missão e visão não estão alinhados com a sua equipe.

O QUE É A MISSÃO ?

Podemos definir a missão como a razão da existência de uma empresa, o propósito pelo qual trabalham e se esforçam os seus sócios e talentos. A missão deve ser a carteira de identidade ou a identidade estratégica da organização, deve ser clara, concisa e objetiva. E por que é tão importante esta definição? Segundo Philip Kotler, “Você pode não aprender muito ao ler a missão de uma empresa – mas você aprenderá muito ao tentar escrevê-la”. Ou seja, a definição da missão é um grande exercício de aprendizado e autoavaliação, onde todos do “P” ao “P” ( do Porteiro ao Presidente) devem participar.

A missão deve responder à pergunta mais básica que uma empresa pode se propor: para que e por que existimos? Embora se trate de uma questão distante do dia a dia, é ela que dá sentido às ações diárias no sentido macro. A cada definição estratégica para o negócio e a cada tomada de decisão, os gestores devem avaliar se suas decisões estão alinhadas com a missão da empresa. Afinal, uma virtude muito comum em bons gestores é saber dizer “não” para destinos e oportunidades que fogem do foco. E o “não” são oportunos por não estarem alinhados com a missão da organização.

MISSÃO:

  • função maior da organização
  • papel da organização na sociedade
  • é a forma escrita do problema que a empresa quer resolver no mundo
  • não pode estar presa nem vinculada a um produto ou a um serviço
  • é a forma de como devemos diferenciar o negócio dos concorrentes
  • ela não tem prazo, meta ou responsável

Como  exemplo a missão do Google é: organizar toda a informação do mundo e torna-la universalmente acessível e útil.

O QUE É VISÃO ?

É uma bússola que serve como um grande objetivo de curto a médio prazo (durante a pandemia), ou seja, aonde a organização pretende chegar em determinado espaço de tempo.

A visão de uma empresa, procura responder onde a empresa quer chegar e o que deseja ser no futuro. Sua visão deverá ser e conter o sonho de todos, inclusive dos recém admitidos. Preferencialmente deve ser construída com a participação dos talentos, buscando expressar um sonho também desejável por eles. Esse sonho deverá ser inspirador, realizável, factível, objetivo, ter uma dimensão perceptível e com um prazo para acontecer.

E por que é tão importante a definição da visão? Simples, porque ela será responsável por toda a elaboração do planejamento estratégico. A definição das ações, objetivos secundários e estratégias de negócios estarão sempre alinhadas com a visão.

VISÃO:

  • é o sonho da organização, como ela quer se ver no médio prazo
  • pode ter prazo e ser vinculada a objetivos e metas
  • deve ser uma satisfação, orgulho e motivação para TODA a empresa
  • é inspiracional

Como exemplo a visão do Facebook: conectar 7 bilhões de pessoas com sua rede social.

MISSÃO e VISÃO – Não são Objetivos Superficiais

Quem pensa em missão e visão de uma forma rasa está equivocado, uma vez que missão e visão é a identidade organizacional de qualquer empresa. A missão e visão estão interligadas diretamente ao planejamento e referenciais estratégicos da empresa e acrescida a valores estão interligados a gestão de pessoas, mas diretamente ao recrutamento e seleção de talentos, ou seja os colaboradores que irão ser admitidos devem ter no mínimo os requisitos fundamentais, perfis e competências contidos na missão, visão e valores.

MISSÃO e VISÃO – Agora Mudam Sempre – Curto Prazo

A missão e visão são criadas na época do nascimento das empresas, quando elas são concebidas e perduram por muito tempo, pois são criadas a partir das suas essências. Toda empresa nasce para preencher uma lacuna de mercado ou para atender uma demanda não atendida. Muitas vezes também é criada através da inovação, ou seja através de uma oferta já existente que está deixando a desejar para seu mercado, assim uma nova empresa é criada para ofertar um serviço melhor para um público que está insatisfeito e não atendido. Com tudo isto vem a reboque a criação da missão. Porém tudo agora mudou e tudo muda de forma muito rápida. O mercado mudou, os cenários mudaram, os clientes mudaram e os hábitos dos colaboradores também mudaram, assim a missão não poderá mais ser criada para permanecer a médio e  longo prazo. Quando o modelo de negócio muda, em função das novas estratégias e da dinâmica do mercado a missão e visão também mudarão automaticamente.

A FALTA de INFORMAÇÃO da MISSÃO e VISÃO pode DEMOTIVAR a EQUIPE e AFASTAR CLIENTES

As lideranças das empresas devem despertar nos seus talentos a importância da missão e visão. Quando eles são informados do planejamento estratégico contidos na missão e visão, eles vão se sentir coparticipativos e ajudarão a empresa a crescer e a alcançar as metas e objetivos. Toda vez que houver a mudança da missão e visão em função das mudanças do mercado, a área tática deve envolver o seu time, e fazer com que eles participem da novas direções, consequentemente da nova missão e da nova visão, uma vez que se isto não for feito eles se sentirão descompromissados e desmotivados. Se possível os gestores têm que fazer avaliações constantes sobre a assimilação destes conceitos e definições da missão e visão entre os seus talentos.

Todos devem saber exatamente por que estão ali trabalhando.

Na relação entre os clientes e as empresas, com os clientes sabedores da sua missão, visão e valores certamente eles vão sentir que estão sendo atendidos por uma empresa com planejamento, comprometimento e engajamento cascateados por todos os seus talentos.

TRANSFORME a MISSÃO, VISÃO e VALORES em LUCRO

Imagine se você fosse convidado para entrar em uma casa. Como se sentiria se não soubesse onde é a entrada social, a entrada de serviço, onde é a saída, quantos quartos, quantos andares e qual a necessidade e a ordenação da visita?

Entendeu? A mesma situação se aplica a muitas organizações.

Os talentos não sabem exatamente por que estão ali, como podem fazer melhor, mais com menos de acordo com as suas tarefas e atividades, como serem mais produtivos e de que maneira devem utilizar sua força de trabalho para levar o negócio em direção aos seus objetivos, metas, mais oportunidades e se obter uma lucratividade de médio prazo. São  os talentos que vão trazer a riqueza para sua empresa, e bem informados serão mais úteis ainda.

A definição da missão, visão e valores deve ser o dever de casa de qualquer empresário.

Estes alicerces vão sustentar a empresa. Vão garantir uma fatia de mercado sustentável. E é isto que todo empresário almeja e sonha!

Rumo ao COVID zero!…..nova normalidade…..#novanormal…..

SUCE$$$UUU SEMPR$E !!!

Sérgio Rocha Lima – Consultor, mentor e professor

www.rochalimaconsultoria.com.br